segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Academia de Letras comemora três anos de fundação, empossa novo membro e homenageia parceiros

Fotos: Orion Lima
 
A Academia Parauapebense de Letras (APL) comemorou na noite do último sábado (16), no Centro de Tradições Gaúchas (CTG), três anos de fundação, com posse de um novo membro, concessão de homenagem a amigos parceiros e Baile das Letras, animado por Leo Bruno e banda.
A cerimônia contou com as presenças dos imortais Josivaldo Lima Rodrigues (presidente), que ocupa a cadeira nº 4 e tem como patrono Patativa do Assaré; Terezinha Rita Guimarães (vice-presidente), titular da cadeira nº 2, tendo como patrono Paulo Freire; Waldir Pereira Silva (secretário), da cadeira nº 3 e patrono Manuel Bandeira; Luiz Barbosa Vieira (tesoureiro), titular da cadeira número 10, tendo como patrono Jorge Amado; e Rosa Ibiapina Barros (bibliotecária), titular da cadeira número 7, tendo como patrono Fontes Ibiapina.
Novo membro
O novo membro da APL é o professor Avone José Araújo Rocha, que vai ocupar a cadeira nº 13 e tem como patrono Graciliano Ramos. Após se trajar com a tradicional vestimenta dos acadêmicos, chamada opalanda, e fazer o juramente, sob a espada empunhada pelo presidente da academia, Avone José foi considerado empossado e conduzido à mesa, onde já se encontravam os demais membros da instituição.
No decorrer da solenidade, cada um dos imortais contou ao público presente um pouco da história da confraria nestes três anos de fundação, as atividades desenvolvidas, os critérios para ingresso de novos membros e o que representa a academia de letras para o município.
Amigo Benemérito
Na sequência, em agradecimento ao apoio recebido em atividades desenvolvidas pela APL, foi concedida a honraria “Diploma Amigo Benemérito” ao secretário municipal de Educação, professor Raimundo Oliveira Neto; ao secretário municipal de Fazenda, Kêniston de Jesus Rêgo Braga, que foi representado por seu adjunto Rivaldo Bonfim; ao superintendente do Partage Shopping Parauapebas, Antônio Carlos Maziviero; e à diretora de marketing do Partage Shopping, Kelly Dayane Paulino da Silva.
O evento foi marcado ainda pelas presenças da vereadora Eliene Soares, do adjunto da Secretaria Municipal de Cultura, José Alves; e do adjunto da Secretaria Municipal de Educação, Antonino Brito; além de professores, estudantes e imprensa.
A cerimônia de aniversário da Academia Parauapebense de Letras encerrou com uma palhinha de Walter Ferreira, coquetel e o Baile das Letras, com música do cantor Leo Bruno e banda. (Waldyr Silva)

terça-feira, 22 de agosto de 2017

APL promove Varanda Cultural com Partage Shopping Parauapebas


A Academia Parauapebense de Letras (APL), em parceria com o Partage Shopping Parauapebas, promoverá um grande evento literário denominado "Varanda Cultural", uma oportunidade para conhecer os escritores e a literatura local e da região, além de desfrutar de uma agradável programação com muitas novidades.
Sabemos que a leitura faz a diferença na vida das pessoas e todos os grandes vencedores tiveram uma coisa em comum: o gosto pela leitura. Nessa ótica, a Academia Parauapebense de Letras vem desenvolvendo várias atividades para resgatar e incentivar a prática da leitura como reforço intelectual.
Será uma programação voltada para toda a família, bem como para os estudantes de todos os níveis e a população em geral. Além dos escritores, teremos exposições de livros e de caricaturas dos escritores, leitura de crônicas, poesias, recitais, varal literário, dança de salão, sequestro literário, música ao vivo e muitas surpresas. O público será a estrela principal!
Teremos a participação especial da Escola de Dança Arte e Vida, do artista plástico Afonso Camargo, de escritores regionais e diversos talentos de Parauapebas.
Data: 26 de agosto de 2017
Horário: das 17 às 19 horas - música ao vivo e exposições; das 19 às 22 horas - apresentações literárias e show local. 
Prepare sua caravana e venha desfrutar da noite mais agradável e surpreendente de sua vida. (Luiz Vieira)

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Nova ferrovia paraense deve contratar seis mil trabalhadores

O início de uma megaobra ferroviária deve contratar no Estado do Pará, em fevereiro do ano que vem, 18 engenheiros (de minas, civis, mecânicos, eletricistas, de meio ambiente e de segurança do trabalho), 33 encarregados (de terraplenagem, de obras de arte e de escritório), 18 chefes de seção (equipe técnica, de topografia e de laboratório) e 984 outros profissionais (topógrafos, laboratoristas, operadores, motoristas e auxiliares administrativos). Ao todo, devem ser contratados perto de seis mil trabalhadores na obra.
São 1.053 vagas de trabalho (apenas as quantificadas) que serão preenchidas para a construção da Ferrovia Paraense, cujas obras vão demandar, ao todo, um batalhão de 5.979 homens durante uma década para concluir 1.319 quilômetros de linha férrea que vão cortar 23 municípios do estado para a implementação do maior e mais ousado projeto logístico da Amazônia neste século.
As informações foram levantadas com exclusividade pela Associação Paraense de Engenheiros de Minas (Assopem), que se deu ao trabalho de ler as mais de 3 mil páginas do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) da obra, que vai mudar a cara do Pará e sua apresentação no Brasil e no mundo.
Encomendado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), o EIA é um documento muito bem produzido e elaborado pela consultoria Terra, com equipe genuinamente paraense e que, tecnicamente, coloca no chinelo estudos similares de empresas multinacionais instaladas no Pará, que sugam as riquezas daqui, mas não valorizam = não como deveriam - a mão de obra local.
Dividida em duas fases, a primeira etapa da ferrovia é prevista para começar ainda este ano. Contudo, o Governo do Estado precisa realizar as audiências públicas necessárias ao fechamento da Licença Prévia para, então, conseguir a Licença de Instalação, o que deve ocorrer no início do ano que vem.
Em todas as etapas, o município de Marabá, principal centro comercial do interior paraense, é pilar para a Ferrovia Paraense, já que em seus domínios será erguido um canteiro de obras (Ramal Plataforma Marabá) que recrutará diretamente 1.700 trabalhadores.
Fases do projeto
A primeira fase do projeto, que teve seu investimento desdobrado em dois, começa em Marabá (núcleo Morada Nova) e vai até Barcarena (Vila do Conde), num percurso linha tronco de 585 quilômetros, com ramais em Rondon do Pará e Paragominas, entre outros, visando ao atendimento de importantes projetos mineradores instalados nesses municípios. As obras da primeira fase devem ser concluídas em 2024.
Já a segunda fase parte de Marabá até Santana do Araguaia, com linha tronco de 560 quilômetros. Se tudo sair conforme sugere o cronograma da obra, em 2027 o projeto será concluído.
Na operação que já começa desde a primeira fase haverá outras oportunidades para 56 engenheiros (civis, mecânicos, eletricistas, de meio ambiente, ferroviários e de segurança do trabalho), 150 guarda-freios e manobristas, 220 maquinistas, seis motoristas, 176 técnicos (em operações ferroviárias, em vias permanentes, em mecânica, em eletroeletrônica, administrativos), totalizando 608 profissionais, 349 dos quais serão contratados tão logo o primeiro trecho da ferrovia seja liberado para circulação.
Cabe ressaltar que, após a implantação, de acordo com o estudo, serão criados no total 2.247 empregos diretos, 2.180 postos indiretos e 9.207 oportunidades pelo efeito renda = como o de vendedor de loja, que é contratado porque o estabelecimento inaugurou, e inaugurou porque aumentou o consumo de roupas em determinado lugar, haja vista ter crescido a renda local. O município de Marabá, por ser o entroncamento entre as fases 1 e 2 da implantação, deve ficar com metade dos postos totais de emprego.
Marabá nos trilhos
Linha de trem não é novidade para o município de Marabá, que se vê cortado pelo traçado da Estrada de Ferro Carajás (EFC), que a Ferrovia Paraense nada tem a ver. Dos 1.319 quilômetros da ferrovia que está no nascedouro, pelo menos 82 quilômetros vão cortar Marabá, que é o mais populoso e mais rico dos municípios por onde a linha do trem vai passar.
Com 272,5 mil habitantes em 2017, Marabá é o 5º principal produtor de minérios do país e considerado a “Capital Nacional do Cobre”, com operações minerais totais que, de janeiro a julho deste ano, ultrapassam R$ 2,51 bilhões. O município é o 30º maior exportador de commodities do Brasil e o mais cotado para ser capital em cenário de eventual desmembramento da região conhecida como Carajás, que abrange parte dos municípios da mesorregião do sudeste do estado.
Com economia dinâmica e que consegue ser independente da mineração, mesmo em meio à crise nacional e aos desinvestimentos do setor privado, Marabá está na mira de grandes investidores. É o principal polo universitário e o maior entroncamento rodoviário do interior paraense. E se assiste no meio do fogo cruzado de projetos que, num pacote aberto, movimentariam 30 bilhões de dólares, como o derrocamento de pedras no Rio Tocantins para atender ao capital produtivo nacional, uma siderúrgica com capital estrangeiro, uma hidrelétrica do governo federal e a ferrovia do governo estadual.
Audiências públicas
As audiências públicas, ou reuniões técnicas, começaram em Brasília (DF) no último dia 7. Nesta terça-feira (15), vai ocorrer no município paraense de Santana do Araguaia; na quarta (16), em Redenção; e na próxima quinta-feira (17), em Marabá. Depois, nos municípios de Paragominas, Barcarena e Belém. É um momento importante para que sejam aprimorados os detalhes técnicos para a licitação da obra.
Solução logística
De acordo com o Governo do Estado, o transporte ferroviário é solução logística eficiente ao escoamento de produtos provenientes das regiões sul, sudeste, nordeste e norte do Pará, e possibilita maior competitividade, segurança e flexibilidade no transporte de produtos siderúrgicos, agrícolas e minerais. Além disso, pode contribuir na diminuição do tráfego nas estradas estaduais, proporcionando aumento da segurança para o usuário comum e redução no custo de manutenção de vias danificadas pelo tráfego de carretas.
O governo acredita que, durante a operação da ferrovia, a dinamização da economia expandirá oportunidades de investimentos, por meio de inovações e ampliação de mercados. Ao se concretizar os demais investimentos em infraestrutura na região, o ciclo de crescimento poderá ser potencializado, repercutindo por toda a economia. Entretanto, haverá necessidade de melhoria da gestão e do desempenho das empresas da região que terão seus produtos e serviços consumidos pelo empreendimento. O resultado desse processo pode levar à geração de oportunidades e novos negócios aumentando a intensidade dessas mudanças positivas. (Fontes: Associação Paraense de Engenheiros de Minas / Portal Pebinha de Açúcar)

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Astrônomos encontram primeira lua fora do sistema solar

As imagens foram registradas pelo telescópio Kepler. A “exolua” poderia orbitar um grande planeta, como júpiter, e teria um tamanho e uma massa iguais aos de netuno, de acordo com os cientistas.
Os astrônomos pretendem usar o telescópio Hubble em outubro para confirmar a descoberta. Um artigo, que faz parte do projeto Hunt for Exomooons with Kepler (Caça a Exoluas com Kepler), foi publicado no site de publicações científicas Arxiv, na semana passada.
Segundo os cientistas envolvidos no estudo, o candidato a “exolua” provavelmente não se formou ali, orbitando o planeta Kepler-1625 b. A hipótese mais provável, para eles, é que o satélite tenha sido capturado pela gravidade do astro.
Os astrônomos já descobriram mais de 3 mil exoplanetas – que orbitam estrelas diferentes do sol. A caça às exoluas prosseguiu em paralelo às desses planetas. (Fonte: O Debate)

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

TRE encerra cadastramento biométrico de eleitores em três municípios do sul do Pará

O cadastramento biométrico na região sul do Pará encerra suas atividades com mais de 60 mil eleitores que irão votar utilizando a identificação biométrica. Durante três meses, o Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) realizou o cadastramento nos municípios de Conceição do Araguaia, Santa Maria das Barreiras e Floresta do Araguaia.
Pelo fato das três localidades possuírem muitos eleitores residindo em áreas rurais e de difícil acesso, as equipes técnicas do TRE utilizaram o atendimento itinerante. O cadastro era feito em regime obrigatório.
Todos os eleitores que não compareceram ao cartório estão com os títulos cancelados e correm o risco de ter benefícios sociais suspensos. Para regularizarem sua situação, os moradores devem comparecer no Cartório Eleitoral, localizado no município de Conceição do Araguaia.
Nas eleições do próximo ano, 27 municípios do Pará vão votar através do novo sistema: Ananindeua, Marituba, Capanema, Peixe Boi, Bonito, Santarém, Mojuí dos Campos, Belterra, Paragominas, Barcarena, Capitão Poço, Castanhal, Curuçá, Terra Alta, Parauapebas, Canaã dos Carajás, Afuá, Ponta de Pedras, Bragança, Traquateua, Primavera, Quatipuru, São João de Pirabas, Belém, Floresta do Araguaia, Santa Maria das Barreiras e Conceição do Araguaia. (Fonte: Portal ORM)

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Tipo sanguíneo é incluído em carteiras de identidade no Pará

A Diretoria de Identificação da Polícia Civil começou a emitir, desde esta terça-feira (1º), carteiras de identidade com a informação sobre o tipo sanguíneo das pessoas impressa no documento. 
As pessoas que forem obter uma nova carteira de identidade em qualquer posto de identificação do Pará podem solicitar a inclusão do chamado Fator RH (tipo de sangue) no documento. O dado será impresso no lado esquerdo inferior da face de texto - onde constam os nomes dos pais, a naturalidade, o número do registro geral, entre outros dados pessoais - da carteira de identidade.
A informação visa, principalmente, agilizar o pronto-atendimento de pessoas em situação de urgência nas unidades de saúde. "A inclusão da informação do tipo sanguíneo no documento não é obrigatória; é uma opção da pessoa", explica o diretor de identificação da Polícia Civil, o papiloscopista Antônio Ricardo Moura Paula. Para esse registro será necessário apresentar algum documento emitido por órgão público que ateste o tipo do sangue da pessoa.
Entre os documentos que são aceitos estão os emitidos pela Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa), os atestados de exames laboratoriais fornecidos por serviços médicos oficiais da rede de saúde pública e os atestados emitidos pelo Sistema Nacional de Sangue, Componentes e Derivados (Sinasan), que faz parte do Sistema Único de Saúde (SUS).
Da mesma forma, a informação sobre o tipo de sangue será inserida no chamado prontuário civil das pessoas, que é o documento usado para controle da Diretoria de Identificação e que fica nos arquivos de Identificação Civil do Pará. Dentro do documento já existe um espaço para inclusão do Fator RH do cidadão.
A informação também ficará registrada no Sistema de Identificação Civil, que armazena os dados pessoais que são inseridos no documento de identidade. De forma que, quando uma nova carteira de identidade for emitida, não será preciso o cidadão comprovar novamente o tipo sanguíneo.
Quem possui a carteira de identidade sem o registro do tipo sanguíneo não precisa procurar novamente o posto de identificação para trocar o documento. A inclusão do Fator RH na carteira de identidade somente será feita quando um novo documento for emitido. (Agência Pará)

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Aumento de tributos pode provocar queda na venda de veículos no Pará

A alta no PIS/Cofins dos combustíveis, em vigor após decreto do presidente Michel Temer, deve dificultar ainda mais o crescimento do setor, já combalido pela crise econômica do país. É o que diz a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).
Em comunicado, a entidade criticou duramente a decisão do governo federal e disse que a alta nos tributos penaliza a população. “O atual governo lançou mão de mais um açoite tributário ao povo brasileiro, penalizando empresários, consumidores e trabalhadores, que terão, mais uma vez, que arcar com o ônus de investir e tentar sobreviver no Brasil”, diz trecho da nota.
O Sindicato das Concessionárias e Distribuidoras de Veículos do Pará e Amapá (Sincodiv PA/AP) manifesta apoio ao posicionamento da Fenabrave e expressa preocupação com a decisão do governo federal. Leonardo Pontes, presidente do Sincodiv, declarou que o decreto pode levar a uma retração nas vendas de automóveis no estado, que registrou alta nos meses de maio e junho. “Ao invés de cortar gastos e tentar diminuir os custos da administração pública, o presidente aumenta impostos e pode, com isso, prejudicar ainda mais o setor”, lamenta o sindicalista.
Leonardo Pontes lembra que o balanço mais recente de vendas de automóveis mostra o estado com crescimento de vendas, portanto, na contramão do cenário nacional. O aumento dos impostos pode impactar fortemente os dados do setor.
“No mês de junho, as vendas de veículos novos no Pará cresceram 7,25% em relação a maio. Esse resultado é muito bom, se comparamos com outros estados, mas com essa decisão do presidente de aumentar os impostos sobre combustíveis pode levar esse cenário a mudar”. (Rosana Maciel)

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Imagem peregrina de N. Senhora Aparecida chega a Parauapebas na próxima quinta-feira

Às 21 horas da próxima quinta-feira (20), na Igreja São Sebastião, a comunidade católica de Parauapebas acolhe a imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida. A imagem foi trazida em abril pelo bispo Vital diretamente da Basílica de Aparecida, e desde então tem peregrinado pela diocese de Marabá como parte das comemorações do Jubileu dos 300 anos do encontro da imagem nas águas do Rio Paraíba do Sul, em São Paulo.
Nossa Senhora Aparecida vem até nós por meio de sua imagem peregrina como mulher de serviço. Sua simples presença nos leva a perceber a importância da vontade de Deus. Percorrendo cidades e periferias, lembra aos pobres e abandonados que eles são os prediletos do coração misericordioso de Deus.
A comunidade que recebe a visita da Padroeira do Brasil vive um tempo especial da graça de Deus, tendo oportunidade de aproximar-se de Jesus e entrar na dinâmica da salvação, pois Maria continua dizendo a cada um de nós que façamos tudo o que “meu filho vos disser”. Que sejamos capazes de por em prática, na vida do cotidiano, aquilo que Jesus tem a nos dizer.
Programação
Dia 20: Acolhida da imagem, às 21 horas, na Igreja São Sebastião, Praça Mahatma Ghandi.
Dia 21: Às 7 horas, ofício de Nossa Senhora, na Igreja São Sebastião; às 19h30, missa na Igreha N. Sra Aparecida (Palmares Sul).
Dia 22: Missa às 19h30, na Comunidade N. Sra Aparecida (Rua 16, Bairro União).
Dia 23: Missa do Adeus às 10h30, na Igreja São Sebastião.
Peregrinação
No ano de 1931 foi realizada a 1ª visita da imagem de Nossa Senhora Aparecida à cidade do Rio de Janeiro, na época capital federal do Brasil. Essa visita aconteceu por ocasião de sua proclamação como “Rainha e Padroeira do Brasil” e mais de 1 milhão de pessoas se reuniram para receber a ilustre visita. Desde então, tem ocorrido inúmeras peregrinações pelo Brasil e no exterior. As peregrinações deste ano são em comemoração aos 300 anos do encontro da imagem na pesca milagrosa no Rio Paraíba do Sul.
2017: ANO MARIANO
É tempo de celebrar, recordar e agradecer pelo encontro da imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, durante a pesca milagrosa realizada nas águas do Rio Paraíba do Sul, em São Paulo. Para tanto, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) instituiu o Ano Nacional Mariano, a ser celebrado, em todo o país, entre os dias 12 de outubro de 2016 e 11 de outubro de 2017, véspera do dia em que o Brasil comemora os 300 anos do encontro da imagem.
Em mensagem de lançamento, divulgada em agosto do ano passado, a presidência da CNBB, tendo à frente dom Sérgio da Rocha, arcebispo de Brasília (DF), ressaltou que “todas as famílias e comunidades são convidadas a participar intensamente desse Ano Mariano”. A CNBB, através do documento, relembra que a companhia e a proteção maternal de Nossa Senhora Aparecida nos ajudam a progredir como discípulos e missionários de Jesus Cristo.
A visão missionária de todos nós, neste Ano Nacional Mariano, é espelho do trabalho de evangelização realizado pelos três pescadores que encontraram a imagem, Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso. Responsáveis pela pesca que iria alimentar a comitiva do governante das capitanias de São Paulo e Minas Gerais, que passava pelo Vale do Paraíba, os três, conscientes de que outubro não era época propícia para pescas, rezaram pela proteção e bênção da Virgem Maria e de Deus. Após os primeiros insucessos, os homens pescaram, primeiro, o corpo da imagem e, depois, a cabeça, enchendo, nas seguidas vezes, o barco de peixes.
Os pescadores entenderam que a pesca milagrosa era o sinal divino para que se tornassem missionários, compartilhando com outras pessoas a graça alcançada. Como bem lembra a mensagem divulgada pela CNBB, esta é uma lição sobre a missão da igreja no mundo. Afinal, conforme palavras do Papa Francisco, “o resultado do trabalho pastoral não se assenta na riqueza dos recursos, mas na criatividade do amor”. O santo padre, aliás, já havia dito, durante a visita apostólica, por ocasião da Jornada Mundial da Juventude, realizada no Rio de Janeiro, que “em Aparecida Deus ofereceu ao Brasil a sua própria Mãe”.
A celebração dos 300 anos é uma grande ação de graças. Nas palavras da mensagem, “todas as dioceses do Brasil, desde 2014, se preparam, recebendo a visita da imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida, que percorre cidades e periferias, lembrando aos pobres e abandonados que eles são os prediletos do coração misericordioso de Deus”.
Para o católico obter a indulgência plenária do Ano Mariano comemorativo dos 300 anos de Nossa Senhora Aparecida, é preciso:
1) Visitar a Basílica Nacional de Aparecida ou peregrinar a uma igreja dedicada a Nossa Senhora Aparecida
2) Confessar-se
3) Comungar
4) Fazer um momento de orações a Deus por intercessão de Nossa Senhora, nas intenções do santo padre, o papa (ao menos 1 Pai Nosso, 1 Ave Maria e 1 Glória)
5) Concluir rezando o Pai Nosso, o Credo e a Ave Maria: pedindo pela fidelidade do Brasil à vocação cristã, pedindo vocações sacerdotais e religiosas, em favor da defesa da família humana.
Os fiéis impedidos por grave doença ou idade avançada podem lucrar indulgência plenária, desde que cumpram as condições gerais e rezem com total desapego ao pecado, como se estivessem em peregrinação, diante de uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, ofertando suas dores e preces a Deus por Maria.
Indulgência
Indulgência lembra anistia ou apagamento das culpas devidas a um mal cometido. Desse modo, chamamos de indulgência a remissão (ou o apagamento) da pena temporal devida a um pecado já perdoado. Isso quer dizer que todo pecado é um “não” dito a Deus e tem consequências infinitas, porque quebra a ordem por Ele estabelecida para o universo. Um exemplo: alguém rouba uma pulseira de ouro. Arrepende-se e se confessa. É absolvido do seu pecado. No entanto, terá de devolver o objeto roubado, a fim de restaurar a ordem violada.
Esse exemplo material quer nos mostrar o seguinte: todo pecado cometido e perdoado deixa em nós uma desordem interior apta a nos alimentar para nova prática do mal. Ficamos, portanto, devendo uma reparação a Deus, dado que sem repará-la não é possível ver a Deus face a face. Essa reparação é feita por meio de penitências que fazemos.

sábado, 17 de junho de 2017

Governo federal e prefeitura entregam Residencial Alto Bonito

Fotos: Bruno Cecim e Piedade Ferreira
Ter uma moradia digna sempre foi o sonho da dona de casa Maria Helena, 47 anos, moradora do morro Céu Azul. Ela não esconde a felicidade ao contar onde será sua nova moradia. “Sou muito grata a Deus por ter conseguido essa oportunidade de morar aqui no Alto Bonito. Estou muito feliz porque antes morava numa casa de tábua e sem condições. Com certeza a vida da minha família vai melhorar”, declarou a dona de casa na solenidade de entrega da primeira fase do Residencial Alto Bonito.
As 1.008 unidades habitacionais foram entregues na manhã desta sexta-feira (16) em uma grande festa com orações, shows e apresentações culturais promovidas pela Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Habitação (Sehab), com a participação do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho; do prefeito Darci Lermen; deputados federais e estaduais e vereadores.
Um momento de alegria e gratidão. Foi assim que a aposentada Maria de Nazaré Gomes definiu o evento. “É hora de agradecer, pois lutamos muito pra chegar até aqui. Um sonho realizado para quem passou anos morando em um lugar feio, só lama, que vivia alagando, sem água e energia”, contou.
O dia também foi de felicidade para quem morava em uma invasão no Bairro dos Minérios. “Não tinha onde morar e hoje vou ter um apartamento com dois quartos, cozinha e sala, tudo lindo. É uma conquista para os meus filhos que terão um local melhor para dormir. Estou emocionada”, declarou a diarista Geidiane Sousa, que ganhou o apartamento 45 do bloco 11.
Vivendo em condições precárias há muito tempo, Jardeane Oliveira informou que a vida no Morro do Chapéu, como era conhecido, sempre foi muito difícil, e o seu maior medo era em época de chuva, pois havia risco de desabamentos. “Foi um período muito difícil. Agora muitas coisas vão mudar, pois vou ter minha casa própria, um endereço fixo, um lar seguro para os meus filhos”, comemorou a dona de casa.
O Residencial Alto Bonito é um projeto de Urbanização de Assentamento Precário, financiado com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal, em parceria com o governo municipal.
Ao todo, serão 2,4 mil unidades habitacionais a serem entregues em duas fases para atender famílias de baixa renda. Localizado no km 3 da Rodovia PA 160, o empreendimento é dotado de infraestrutura, equipamentos públicos como escola, unidade de saúde, quadra de esporte, trapiche e pista de caminhada, sendo o único projeto habitacional verticalizado do sul e sudeste do Pará.
“É uma alegria muito grande fazer parte da vida dessas famílias. Esse foi um projeto que iniciamos em 2008, a gestão passada prosseguiu e hoje estamos entregando, proporcionando moradia digna, resgatando sonhos, garantindo um lar para essas famílias. Estamos trabalhando para entregar a segunda etapa até o final do ano”, garantiu o prefeito Darci Lermen, para informar que também vem buscando recursos junto ao governo federal para construir quatro mil unidades habitacionais.
O ministro Helder Barbalho considera a obra como transformadora de vida. “Aqui percebemos a transformação de vida dessas famílias, que agora terão serviços essenciais com o programa Minha Casa Minha Vida. Estamos escrevendo o início de um novo capítulo”, ressaltou, revelando que o investimento ultrapassou R$ 270 milhões.
“Essa é uma retribuição que governo federal faz para o povo de Parauapebas. Não está fazendo mais que sua obrigação ao devolver para o município o que Parauapebas faz para o Brasil quando permite um dos maiores projetos minerais do planeta e muitas vezes não retribui para cidade emprego, riqueza e desenvolvimento”, concluiu o ministro. (Liliane Diniz /Ascom PMP)

sexta-feira, 16 de junho de 2017

WhatsApp deixa de funcionar em alguns celulares a partir de junho

O aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp deixará de funcionar em alguns celulares a partir do dia 30 de junho. A companhia informou que o serviço não funcionará nos aparelhos com sistema operacional BlackBerry OS, BlackBerry 10 e Nokia Symbian S60 a partir do fim do mês e recomenda aos usuários que façam a troca dos smartphones por modelos mais atualizados.
A empresa alega que esses sistemas, por serem antigos, têm limitações para o desenvolvimento de novas tecnologias de segurança. Ela havia anunciado a decisão de suspender o suporte a essas plataformas no início do ano passado, junto com o fim do suporte a versões para outros sistemas operacionais.
Está em estudo também o desligamento da versão do aplicativo para Nokia S40, mas não há previsão de como isso se dará. Outras versões cujo desligamento também foi anunciado – como de Android anteriores a 2.3.3, Windows Phone 7 e iPhone 3GS/iOS6 – ainda não tiveram prazo final estabelecido pela empresa.
Segundo o WhatsApp, a decisão foi “difícil”, mas necessária por conta das mudanças no mercado que fizeram esses dispositivos perderem espaço para outras tecnologias.
“Quando demos início ao WhatsApp em 2009, a maneira com que as pessoas utilizavam smartphones era bem diferente do que é hoje. A App Store da Apple, por exemplo, existia há apenas alguns meses. Cerca de 70%dos smartphones vendidos na época possuíam sistemas operacionais desenvolvidos pela BlackBerry e Nokia”, disse a empresa em seu blog à época. (Fonte: Veja)

terça-feira, 6 de junho de 2017

Juiz revoga medida cautelar que obrigava ex-vereadores e outros réus a solicitarem autorização para viagem

O juiz Danilo Alves Fernandes, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Parauapebas, revogou na tarde desta terça-feira (6) mais uma medida cautelar que proibia os ex-vereadores Josineto Feitosa, Odilon Rocha de Sanção, José Arenes e Devanir Martins; os empresários Edmar Cavalcante de Oliveira, Odileia Ribeiro, Frederico Ribeiro Sanção e Breno Henrique Munholi; e os servidores públicos Pedro Nazareno Costa e Cleidiane de Oliveira Ferreira de se ausentarem da Comarca de Parauapebas sem autorização judicial.
A decisão não desobriga os réus acerca do cumprimento de outras medidas cautelares anteriormente determinadas nos autos e nem de requererem a devida autorização de viagem quando estas se derem por período superior a quinze dias.
Decisão
Trata-se de pedidos de autorização de viagem feitos pelos denunciados JOSINETO FEITOSA DE OLIVEIRA (fl. 4001), DEVANIR MARTINS (fl. 4003) e CLEIDIANE DE OLIVEIRA FERREIRA (fl. 4007), os quais estão cumprindo medidas cautelares diversas da prisão nos presentes autos, dentre as quais se inclui a proibição de se ausentar da Comarca de Parauapebas, salvo com autorização judicial, nos termos do art. 282 e 319 do CPP.
Compulsando os autos, verifica que pedidos dessa natureza são frequentemente ingressados e, por muitas vezes, tornam-se inócuos em razão do exíguo lapso de tempo entre o protocolo da petição com o requerimento de viagem e a data da decisão deste juízo conferindo, ou não, a sua autorização.
Destarte, considerando que o feito encontra-se aguardando apenas o cumprimento de diligências complementares para que seja, então, aberto o prazo para que as partes formulem suas razões finais, verifico a possibilidade de alteração da medida cautelar de proibição de se ausentar da Comarca de Parauapebas, salvo com autorização judicial, a fim de que os denunciados passem a apenas comunicar o juízo sempre que necessitarem se ausentar da comarca por prazo não superior a quinze dias.
Contudo, tal benesse não desobriga os réus acerca do cumprimento de outras medidas cautelares anteriormente determinadas nos autos e nem de requererem a devida autorização de viagem quando esta se der por período superior a quinze dias. Nesse sentido, destaque-se que não se faz mais necessária autorização judicial para que qualquer dos réus na presente ação penal se ausente da comarca, quando tal afastamento se der por período inferior a quinze dias, bastando apenas a informação, dentro dos autos, acerca do local para onde se deslocarão, bem como o período em que permanecerão em viagem, a fim de viabilizar as comunicações processuais que eventualmente se fazem necessárias.
I. Assim sendo, DETERMINO A REVOGAÇÃO DA SEGUINTE MEDIDA CAUTELAR em relação aos denunciados JOSINETO FEITOSA DE OLIVEIRA, ODILON ROCHA DE SANÇÃO, JOSÉ ARENES SILVA SOUZA, DEVANIR MARTINS, EDMAR CAVALCANTE DE OLIVEIRA, ODILEA RIBEIRO SANÇÃO, FREDERICO DAMASCENA RIBEIRO SANÇÃO, BRENO HENRIQUE DE OLIVEIRA MUNHOLI, PEDRO NAZARENO NASCIMENTO COSTA e CLEIDANE DE OLIVEIRA FERREIRA:
a) Proibição de se ausentar da Comarca de Parauapebas, salvo com autorização judicial;
II. Não obstante, DETERMINO QUE OS RÉUS CUMPRAM AS SEGUINTES MEDIDAS CAUTELARES SUBSTITUTIVAS até o desfecho da presente ação penal, com fundamento nos arts. 282 e 319 do CPP:
a) Prestação de informações a este juízo sempre que o réu se ausentar da Comarca de Parauapebas por período não superior a 15 (quinze) dias, devendo o agente informar ainda o dia em que permanecerá fora e o seu local de destino.
b) Proibição de se ausentar da Comarca de Parauapebas por período superior a quinze dias, salvo com autorização judicial.
III. INTIMEM-SE os denunciados para que tomem ciência do inteiro teor da presente decisão, bem como para que cumpram as medidas cautelares indicadas no item II, sem prejuízo das que foram anteriormente determinadas, sob pena de revogação da medida em caso de descumprimento.
IV. Em relação ao denunciado HERBERTH HERLAND MATIAS DE GOMES, em razão de o agente fixar sua residência na Comarca de Santa Luzia/MA, conforme se observa à fl. 3145, fica obrigado a cumprir as seguintes medidas:
a) PRESTAR INFORMAÇÕES ao Juízo de Santa Luzia/MA, caso necessite se ausentar do referido município por período inferior a quinze dias, devendo o agente informar ainda o dia em que permanecerá fora e o seu local de destino;
b) REQUERER ao Juízo da Comarca de Parauapebas a devida autorização, caso necessite se ausentar da Comarca de Santa Luzia/MA por período superior a quinze dias, nos termos da alínea a do Item II.
V. EXPEÇA-SE CARTA PRECATÓRIA ao juízo de Santa Luzia/MA para:
a) FISCALIZAR o cumprimento da medida cautelar de comparecimento mensal em juízo referente ao denunciado HERBERTH HERLAND MATIAS DE GOMES.
b) INTIMAR o agente, no endereço indicado à fl. 3809/3810, para que tome ciência do inteiro teor da presente decisão e para que cumpra as medidas cautelares dispostas no item IV, sob pena de revogação da medida, em caso de descumprimento.
VI. ENCAMINHE-SE, junto com a missiva descrita no item V, cópia da presente decisão e das peças de fls. 3145, 3152, 3809/3810.
VII. INTIME-SE o Ministério Público para que, NO PRAZO DE 5 DIAS, junte aos autos os documentos referentes às quebras de sigilo bancário dos réus e seus respectivos relatórios, conforme solicitado na manifestação de fl. 4000, haja vista que, até a presente data, os referidos documentos ainda não foram carreados ao processo.
VIII. VISTAS AO MP para que se manifeste acerca do pedido de fls. 3971/3981, no prazo máximo de cinco dias.
IX. Após, conclusos.
Cumpra-se. Dê-se ciência ao MP.
Parauapebas, 6 de junho de 2017.
DANILO ALVES FERNANDES
Juiz de Direito respondendo pela 1ª Vara Criminal

(Fonte: TJE/PA, com informações do Site Zé Dudu)

terça-feira, 23 de maio de 2017

Câmara abre licitação para contratar agência de publicidade

A Câmara Municipal de Parauapebas, por intermédio da Comissão Permanente de Licitação, torna público que às 9 horas do dia 5 de julho de 2017 realizará licitação na modalidade concorrência pública, do tipo técnica e preço, conforme processo nº 3/2017-00001CMP, para contratação de empresa para prestação de serviços de publicidade, compreendendo o conjunto de atividades realizadas integradamente, que tenham por objetivo o estudo, o planejamento, a conceituação, a concepção, a criação, a execução interna, a intermediação e a supervisão da execução externa, a compra de mídia e a distribuição de publicidade com o intuito de atender ao princípio da publicidade e ao direito à informação, de promover os serviços, de difundir ideias, princípios, iniciativas e de informar o público em geral da Câmara Municipal de Parauapebas, Estado do Pará.
O procedimento licitatório será realizado na sala da Comissão de Licitação da Câmara Municipal de Parauapebas e obedecerá ao disposto no artigo 37, parágrafo 1º, da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, além das disposições das leis federais nº 12.232, de 29 de abril de 2010, 8.666, de 21 de junho de 1993, e alterações posteriores relativas a direitos e obrigações.
A presente licitação reger-se-á, subsidiariamente, no que couber, ainda, pela Lei Federal nº 4.680, de 18 de junho de 1965, pelo Decreto Federal nº 57.690, de 1º de fevereiro de 1966, parcialmente alterado pelo Decreto nº 4.563 de 31 de dezembro 2002, pelas Normas Padrão da Atividade Publicitária, editadas pelo Conselho Executivo das Normas Padrão, reconhecidas como aplicáveis pelo Decreto nº 4.563, de 31 de dezembro de 2002, pelo Código Nacional de Auto Regulamentação Publicitária, editado pelo Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), que, mesmo desprovido de força legal, é admitido como instrumento de disciplina ética das atividades de propaganda no país, guardando-se a possibilidade de discussão de casos que se mostrem passíveis de novos entendimentos entre as partes e, por fim, pelo Código de Ética dos Profissionais de Propaganda.
O edital e seus anexos encontram-se à disposição dos interessados na sala da Comissão de Licitação da Câmara Municipal de Parauapebas, na Av. F, Qd. 33, Lt. Especial, Bairro Beira Rio II, Parauapebas, a partir da publicação deste aviso, no horário de expediente das 8 às 14 horas.
Parauapebas, 19 de maio de 2017
José de Ribamar Souza da Silva
Comissão Permanente de Licitação
Presidente

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Fotógrafo de Parauapebas é selecionado para exposição internacional

O fotógrafo Anderson Souza, de Parauapebas, foi selecionado com uma foto no coletivo de fotografia Everyday Brasil para uma exposição que ocorre entre os dias 23 e 26 de maio, na cidade de Golshahr, no Irã.
De acordo com Ivana Debértolis, representante da Everyday Brasil, a exposição terá fotógrafos do Irã e do Brasil, e Anderson é o único representante paraense na lista.
A foto escolhida é de um índio Xikrin, produzida em 2014, em uma das muitas visitas feitas por Anderson às aldeias que fazem parte do município de Parauapebas.
Em fevereiro deste ano, a exposição “Povo Xikrin do Cateté”, que ocorreu na galeria do Partage Shopping Parauapebas, reuniu outras imagens do povo indígena.
“Estou muito feliz por ter sido selecionado no coletivo de fotografia. Não imaginava a proporção que isso ia tomar. É enriquecedor para o meu trabalho e para meu portfólio”, comemora Anderson Souza, que além da fotografia documental desenvolve trabalhos institucionais para empresas como Vale, Avanco, Júlio Simões Logística, prefeituras e agências de publicidade do estado.
Fundada em 2014, a Everyday Brasil é um coletivo de fotógrafos que compartilham imagens do cotidiano no país. Um dos objetivos do grupo é fornecer um contexto mais profundo do que a mídia permite e transcender os estereótipos reproduzidos diariamente.
O projeto, que conta com fotógrafos brasileiros (e os que vivem há anos no país), possui mais de 16 mil seguidores no Instagram e já foi destaque nos principais meios de comunicação do mundo.

terça-feira, 16 de maio de 2017

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Inaugurações, entrega de obra, ações e shows marcam aniversário de Parauapebas

Pebinha de Açúcar
Lançamento de campanhas, inaugurações de obras, ações de cidadania, caminhada, show com artistas locais e nacionais, dança, esporte e um enorme bolo fazem parte da programação de aniversário de 29 anos de Parauapebas, a ser festejado no dia 10 de maio.
Com o slogan “Parauapebas 29 anos, o lugar da nossa gente”, as comemorações começam na próxima terça-feira (2) e se estendem até 28 de maio, com o envolvimento de várias secretarias, sob o comando da prefeitura, que no dia 26 de maio vai entregar uma obra há anos esperada por um grupo que não vê a hora de morar debaixo do seu próprio teto: as 1.008 apartamentos no Residencial Alto Bonito. Em ato simbólico, as chaves serão entregues pelo prefeito Darci Lermen, em cerimônia a partir das 16 horas.
Novos espaços
Ao longo do mês, serão seis as inaugurações: no dia 4 de maio, do Espaço Azul, para atendimento ao homem, no Hospital Geral de Parauapebas (HGP); no dia 5, do novo espaço do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do Bairro da Paz; no dia 8, do Centro de Assessoria Jurídica da Mulher (Cajum).
Nos dias 11 e 16 de maio, a prefeitura vai inaugurar Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Rio Verde, na Rua do Comércio; e da Cidade Nova, na Rua A. Já no dia 19 de maio, será inaugurado o Balcão da Juventude, no shopping Center Cidade Nova.
Os jovens, aliás, terão muito que comemorar também no dia 23 de maio, quando será feito o lançamento do Comitê Municipal do ID Jovem e será assinada a ordem de serviço do Diagnóstico Municipal da Juventude. Antes disso, no dia 6, será realizada a Caravana da Juventude, com concentração na praça da Escola Faruk Salmen.
Em meio às inaugurações, será lançado no HGP, às 14 horas do dia 9 de maio, um serviço de saúde que vai aliviar a dor de mais de 500 vítimas de câncer em Parauapebas: o da Oncologia.
Campanhas, atos e ações
Serão três as campanhas durante as homenagens a Parauapebas. A primeira a ser lançada, no dia 9 de maio, será a de Combate ao Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes. Dois dias depois, será a vez da Campanha Maio Amarelo, com o tema “Minha escolha faz a diferença”. Por fim, nos dias 27 e 28 de maio, as comemorações de aniversário serão encerradas com uma intensa campanha de doação de sangue, no HGP.
As comemorações ainda preveem Ação Cidadania, na Praça de Eventos, com emissão de documentos, assessoria jurídica, consulta médica e diversão para as crianças, entre outras atividades; ato cívico, com desfile da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, bem como apresentação da banda da Escola de Música Waldemar Henrique; sessão especial na Câmara de Vereadores, para exposição da história de Parauapebas; comemoração ao Dia das Mães, com café da manhã; seminário sobre Acolhimento das Crianças e Adolescentes; entrega de um veículo para o Cadastro Único; e visita ao Consórcio Intermunicipal de Saúde.
O grande dia
No dia 10 de maio, uma quarta-feira, Parauapebas vai amanhecer em festa. Às 8 horas, uma caminhada vai sair da prefeitura até a Praça de Eventos, onde o prefeito Darci Lermen, equipe de governo e convidados farão o corte de um bolo de 29 metros de comprimento, com a presença de 29 mulheres pioneiras do município.
Mais tarde, às 18 horas, haverá “Aulão de Zumba” para quem não perde o rebolado. Já para quem não dispensa um bom futebol, a partir das 18h30, no Estádio Rosenão, irá rolar um amistoso entre Seleção Brasileira Master x Seleção de Parauapebas Master.
A noite será fechada com um grande show na Praça de Eventos, onde haverá queima de fogos e apresentação dos artistas locais DJ Rodrigo Libra, Léo Bruno, Jairo Ueno e da Açaí com Banda Tropa Louca. O show nacional ficará por conta de João Neto e Frederico.
Esse não será o único show de comemoração ao aniversário de Parauapebas. No dia 9 de maio, haverá apresentação do DJ Ozzi Mix, Malícia do Forró e da Banda Lamezon. A atração nacional é o cantor Mano Walter. E no dia 11 de maio, o show será com o padre Alessandro Campos. (Hanny Amoras / Ascom PMP)

terça-feira, 25 de abril de 2017

CPI da Vale investigará também denúncias de danos ambientais causados pela duplicação de ramal ferroviário

Anderson Souza
Na sessão da Câmara desta terça-feira (25), os vereadores aprovaram o Requerimento nº 7/2017, que prevê a adição de mais uma denúncia a ser investigada pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Vale, que foi instaurada para apurar supostos calotes que teriam sido praticados pela mineradora contra trabalhadores e empresários em Parauapebas.
Com o aditamento, a CPI vai investigar também se foram causados danos ambientais no local de implantação do ramal ferroviário e se houve descumprimento das condicionantes para obtenção da licença de operação por parte da Vale.
O requerimento foi proposto pelos membros da CPI da Vale: presidente Eliene Soares (PMDB), relator Joel do Sindicato (DEM), Francisca Ciza (DEM), José Coutinho (PMDB) e Horácio Martins (PSD).
“Notou-se que os danos de responsabilidade das investigadas infelizmente não se limitam unicamente às questões jurídicas referentes ao calote/inadimplência, mas também são graves os indícios e denúncias sobre prováveis danos ambientais provocados pela atividade de implantação do ramal. Vários populares informaram que o lençol freático que corta o município nas proximidades do trecho onde fora implantado o ramal, após as atividades das empresas contratadas pela Vale, simplesmente secou”, informaram na justificativa do requerimento.
Somando-se a esta questão, a CPI foi comunicada ainda, por meio de documentos oriundos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que a Vale não cumpriu requisitos mínimos a que se obrigou para obter licenças ambientais, bem como tem-se verificado vícios no processo e impactos ambientais, apontando que a operação das atividade ocorre de forma irregular.
Discordâncias
O Requerimento nº 7/2017 foi aprovado com oito votos favoráveis, mas três vereadores foram contrários: Marcelo Parcerinho (PSC), Joelma Leite (PSD) e Ivanaldo Braz (PSDB).
Para os vereadores contrários, o ideal seria instaurar outra CPI, pois a inclusão de uma nova denúncia à comissão já em andamento prejudicaria os trabalhos. Parcerinho sugeriu que o requerimento fosse retirado da pauta.
“O foco desta CPI são os calotes das terceirizadas da Vale. Se perdermos o foco, vamos correr o risco de a Vale entrar com mandado de segurança e embargar tudo. O mais sábio seria fazer outra CPI. Peço que tire da pauta e na próxima sessão faça uma solicitação para criação da CPI do Ramal. Todos nós somos a favor da comissão, que os empresários recebam e paguem os funcionários. Com esse aditamento, a Vale pode chamar seus advogados e vir fazer pedido de embargo. Isso seria ruim para os empresários e uma vergonha para esta Casa. O aditamento só é legal se o objeto for o mesmo. Daqui a pouco vão querer investigar até a privatização da Vale”, argumentou Marcelo Parcerinho.
No entendimento da presidente da CPI da Vale, Eliene Soares, não haverá mudança de objeto e sim um complemento. A vereadora citou exemplos de empresas que fecharam as portas ou estão com grandes dívidas após terem prestado serviços para a mineradora nas obras de duplicação do ramal ferroviário e supostamente não terem recebido, consequentemente não teriam pagado os funcionários.
“A CPI tem foco, sim. É o calote das terceirizadas. Só que tudo se dá em relação ao ramal. Através de denúncias, vimos a necessidade de aditar. Se a Vale entrar na justiça para embargar, estamos preparados para isso. Nossa cidade está quebrada, nossas empresas de portas fechadas. Cabe ao vereador defender o povo. O prejuízo não foi só dos empresários, foi no solo, no meio ambiental e social”, rebateu Eliene Soares.
Aprovação
Com a aprovação do requerimento, os objetos de investigação da CPI da Vale passam a ser os supostos calotes das terceirizadas da mineradora, bem como os danos que teriam sido provocados devido à implantação do ramal ferroviário e o provável descumprimento das condicionantes para obtenção da licença de operação.
O prazo para averiguação dos fatos apontados é de 180 dias, contados a partir da data de instauração da CPI, que ocorreu em 2 de março de 2017, podendo ser prorrogado por mais 60 dias. (Nayara Cristina / Waldyr Silva)

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Campanha de vacinação de idosos contra gripe inicia nesta segunda e vai até sexta-feira

A campanha de vacinação contra a gripe influenza começou nesta segunda-feira (24) a atender em Parauapebas idosos com mais de 60 anos de idade e vai até sexta-feira (28). A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) espera imunizar cerca de seis mil idosos.
A vacina está disponível nas unidades de Altamira, Novo Brasil, Jardim Canadá, Liberdade I e II, Casas Populares II, Da Paz, Fortaleza, Tropical, Minérios, Palmares I e II, Cedere I, Paulo Fonteles, APA do Gelado e Vila Sanção, no horário das 8 às 11h30 e das 14 às 17h30.
A campanha contra a gripe começou no dia 17 deste mês em todo o país e segue até 26 de maio, com a meta de imunizar 54 milhões de pessoas. Cada cidade montou seu próprio calendário de vacinação, conforme os grupos prioritários.
Os profissionais de saúde foram os primeiros a serem vacinados. Na próxima semana, no período de 2 a 5 de maio, serão imunizadas crianças com idade entre seis meses e cinco anos, gestantes e puérperas, mães que deram à luz há pouco tempo: 45 dias após a data do parto.
Demais etapas
08 a 12/05: pessoas com doenças crônicas não transmissíveis
13/05: Dia D da Vacinação
15 a 19/05: professores
22 a 26/05: todos os grupos.
(Janaina Ravanelli / Waldyr Silva)

sábado, 22 de abril de 2017

Quem não votou nas últimas eleições deve regularizar situação até 2 de maio

O eleitor que não votou e não justificou a ausência nas três últimas eleições ou não pagou as multas correspondentes deve regularizar sua situação perante a Justiça Eleitoral até o dia 2 de maio. Após esse prazo, essas pessoas correm o risco de ter o título cancelado. A legislação considera cada turno de votação um pleito diferente para efeito de cancelamento.
Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mais de 1,8 milhão de eleitores em todo o país estão com seus títulos irregulares por ausência nas três últimas eleições.
Em São Paulo (SP), esse número chega a 118.837 eleitores; no Rio de Janeiro (RJ), o total é de 119.734; em Belo Horizonte (MG), são 26.570; em Salvador (BA), esse número é de 31.263; e em Porto Alegre (RS), 18.782. (Fonte: Agência Brasil)

quarta-feira, 12 de abril de 2017

FGTS: Caixa já pagou R$ 12,3 bilhões de contas inativas a 8 milhões de trabalhadores

O valor sacado na segunda fase do pagamento das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), entre os dias 8 e 10 deste mês, alcançou R$ 6,2 bilhões, o equivalente a 55% do total de R$ 11,2 bilhões previstos para esta etapa.
A informação foi dada pelo presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, que participou da entrega de 300 imóveis do Programa Minha Casa, Minha Vida, no Bairro de Santa Cruz, na zona oeste do Rio de Janeiro.
Com esse resultado, a Caixa chega a mais de R$ 12,3 bilhões pagos a cerca de oito milhões de trabalhadores beneficiados pela Medida Provisória (MP) 763/2016. Somente entre os nascidos em março, abril e maio, mais de 4,3 milhões sacaram os recursos das contas inativas do FGTS, o que representa 56% das 7,7 milhões de pessoas nascidas nesse período.
Na primeira fase, que teve início no dia 10 de março, a CEF pagou mais de R$ 6,1 bilhões relativos às contas inativas do FGTS para 3,7 milhões trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro. O valor representa 88% do total inicialmente previsto (R$ 6,96 bilhões) e aproximadamente 77% do contingente de trabalhadores nascidos nos dois primeiros meses do ano com direito ao saque.
Em razão do fluxo de atendimento acima do esperado em algumas regiões do país, a Caixa abrirá 1.305 agências nesta quinta-feira (13) com duas horas de antecedência. Nos locais em que os bancos abrem normalmente às 9 horas, as agências funcionarão das 8 às 16 horas. (Fonte: Agência Brasil)

sexta-feira, 31 de março de 2017

Vereadora Kelen Adriana é a nova presidente do PTB em Parauapebas

Fotos: João Pezão
Embora já viesse respondendo interinamente por alguns dias pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) em Parauapebas, a vereadora Kelen Adriana foi oficialmente empossada na manhã desta sexta-feira (31) pelo deputado federal Josué Bengtson como a nova presidente do PTB no município, em substituição ao ex-vereador Antonio Massud Sales Pereira.
Além do deputado federal, o encontro do partido foi marcado pelas presenças de membros da Igreja Quadrangular e de filiados do PTB. Antonio Massud e a esposa dele, Ângela Pereira, atual secretária municipal da Mulher, não compareceram à solenidade.
Ao empossar a vereadora como dirigente local do PTB, Josué Bengtson ressaltou a “juventude e competência” que Kelen Adriana reúne para conduzir o partido no município e destacou “a responsabilidade com que ela trata a coisa pública”.
Na oportunidade, o deputado agradeceu e elogiou a gestão do antecessor à frente do partido e orientou que a nova direção do PTB dê seguimento ao trabalho, conforme determinação nacional.
Ao tomar posse, a vereadora Kelen Adriana reafirmou o compromisso que tem com a cidade, garantiu que vai continuar correndo atrás de melhorias para o município e agradeceu a oportunidade que o deputado deu a ela de ser presidente do PTB. (João Pezão / Waldyr Silva)

quinta-feira, 30 de março de 2017

Prefeitos Darci, Jeová e Adonei decidem sobre regionalização da saúde

O prefeito de Parauapebas, Darci Lermen, acompanhado dos colegas Jeová Andrade (Canaã dos Carajás) e Adonei Aguiar (Curionópolis), assinou nesta quinta-feira (30) uma carta de intenções para a criação de um consórcio público de saúde. A reunião, que aconteceu na Secretaria de Estado da Saúde Pública do Pará  (Sespa), em Belém, também contou com a presença do promotor de Justiça do Estado, Hélio Rubens.
O documento tem por objetivo viabilizar a implementação de ações do Governo do Estado nos três municípios. No mesmo momento foram formadas duas comissões, a de Condução do Processo Legal de Constituição do Consórcio e a de Estudo de Viabilidade Técnica e Financeira e Identificação dos Serviços a Serem Consorciados, compostas de membros dos municípios e Sespa. A secretária adjunta de Gestão de Políticas de Saúde, Helena Guimarães, coordenará o trabalho das comissões.
O consórcio deve avaliar o modelo de regionalização do Hospital Geral de Parauapebas (HGP). A proposta é que os serviços sejam regionalizados. A manutenção do hospital deverá ser custeada com recursos do governo estadual, municípios pactuados no consórcio e da produção de atendimento do SUS. Atualmente, o HGP possui a maior estrutura da região, atendendo pacientes de Canaã dos Carajás, Curionópolis, Eldorado do Carajás e outros. (Ascom PMP)

segunda-feira, 27 de março de 2017

Do site Marabá Notícias

Em Marabá, nem mesmo a poesia escapa da violência. O escritor e poeta Eduardo Castro (65 anos) foi assassinado na noite de sábado (25), com um tiro no rosto que lhe transfixou o pescoço. Tudo leva a crer que o crime foi praticado por Marlon Aquino (31 anos), filho de Eduardo, que foi morto pela polícia na mesma noite, poucos minutos depois da morte de Eduardo. Marlon era viciado em drogas e praticava assaltos em Marabá. A morte de “Seu Eduardo” está sendo bastante sentida em Marabá, principalmente entre os escritores locais, já que ele era um expoente da categoria.
O CASO
Instantes depois da morte de Eduardo, Marlon saiu da casa em que viviam, na Folha 29, e foi abordado por uma viatura da Polícia Militar, que procurava um suspeito de assalto com as características de Marlon.
Testemunhas ouvidas pelo Marabá Notícias disseram que Marlon não obedeceu à ordem dos policiais, que o mandaram parar. Iniciou-se uma perseguição e mais adiante alguns tiros foram disparados.
Segundo o delegado Álvaro Ikeda, da Polícia Civil de Marabá, o acusado Marlon tentou fugir da Polícia Militar e ainda atirou na direção dos policiais, que revidaram, acertando Marlon, que estava de moto. Tudo ocorreu entre as Folhas 28 e 29, perto da casa de Marlon.
Ao saber do crime, um irmão de Marlon correu até a casa do pai para avisá-lo. Foi então que encontrou seu Eduardo Castro já sem vida, com um tiro no rosto.
Prudente, o delegado Ikeda disse que não há como provar ainda que foi Marlon o autor da morte de Eduardo Castro, mas observa que vários indícios apontam para isso, pois Marlon teria dito à namorada que iria em casa tomar um banho e pegar umas cervejas, alguns minutos antes de tudo acontecer.
Além disso, a arma apreendida com Marlon, um revólver calibre 38, tem tambor para seis munições, das quais quatro estavam intactas. Ou seja, uma foi disparada contra os policiais e a outra pode ter sido a usada para matar o próprio pai, mas este projetil não foi encontrado ainda. (http://marabanoticias.com.br)

domingo, 26 de março de 2017

Vice-presidente de Academia de Letras é assassinado na própria residência em Marabá

O professor e escritor Eduardo Castro de Aquino Lima (à direita da foto, com Waldyr Silva), 65 anos, ex-presidente e atual vice-presidente da Academia de Letras do Sul e Sudeste Paraense; presidente da Academia de Letras de Marabá; e membro correspondente da Academia Parauapebense de Letras, foi encontrado morto no início da noite deste sábado (25) com ferimentos na cabeça e disparos de arma de fogo na boca, em sua própria residência, no Bairro Quilômetro Sete, Nova Marabá, onde residia sozinho.
Autodidata, alfabetizando-se somente aos quinze anos de idade, iniciando a partir daí sua grande afinidade com a literatura, o escritor e poeta Eduardo Castro ocupava a cadeira nº 3 da Academia de Letras do Sul e Sudeste Paraense, tendo como patrono o consagrado poeta Gonçalves Dias.
O acadêmico tinha a arte literária como uma paixão em sua vida, cujas obras são sempre marcadas por temas de caráter social, pela busca à cidadania, e pela preservação da natureza, sempre em nome da vida. (Eleutério Gomes / Waldyr Silva)

segunda-feira, 6 de março de 2017

Antônio Marcos, um jornalista apaixonado pela profissão

O jornalista Antônio Marcos dos Santos, que faleceu na noite deste sábado (4), e no próximo dia 11 completaria 42 anos de idade, era um apaixonado pela comunicação. Ele deixa boas lembranças e um jeito alegre de enxergar a vida de um modo diferente.
Antônio Marcos começou a se apaixonar pelo jornalismo em 1995, quando foi contratado para prestar serviços de datilografia na Assessoria de Comunicação (Ascom) da Prefeitura de Parauapebas, na gestão do então prefeito Chico das Cortinas.
Segundo revelação de colegas, naquela época ele começou a se aproximar da equipe de produção, teve a oportunidade de fazer reportagens e entrevistas e passou a pegar o jeito do trabalho na comunicação, oportunidade em que começou a receber treinamento para iniciar na profissão.
Daí para frente, Antônio Marcos tomou gosto pela coisa e começou a prestar serviços como repórter no jornal impresso semanal “Movimento Regional”, de propriedade do empresário gráfico Sérgio Balduino de Carvalho, atual vice-prefeito de Parauapebas.
Depois, ele passou uma boa temporada na TV Record, do empresário Welney Lopes de Carvalho, em Parauapebas, e numa emissora de TV de Palmas (TO), afiliada do SBT.
Retornando a Parauapebas, o repórter foi contratado pela Band, na época dirigida por Cláudio Feitosa, quando se consolidou na carreira de repórter de televisão.
No ano passado, ele fez parte da equipe do programa Barra Pesada, exibido pela RBATV (Band), e atualmente atuava no SBT, como repórter e diretor de jornalismo, e na Assessoria de Comunicação (Ascom) da Prefeitura de Parauapebas, coincidentemente, onde toda a sua história com o jornalismo começou.
A morte do repórter, que ainda não foi totalmente esclarecida, deixa bastante consternada toda a categoria de comunicadores, que tinham um grande apreço pelo colega.
Nos primeiros levantamentos, Antônio Marcos teria sido encontrado em um bar sentado numa cadeira com o pescoço inclinado, com batimento cardíaco fraco, e removido em ambulância do Corpo de Bombeiros para o Hospital Municipal de Parauapebas, onde foi constatado o óbito, segundo o laudo do IML, por traumatismo craniano e hemorragia epidural.
O corpo de Antônio Marcos foi velado na Câmara Municipal de Parauapebas, de onde saiu para sepultamento às 9h40 desta segunda-feira (6).
Investigação
Tão logo o corpo do jornalista foi enterrado, a presidente da Associação de Imprensa e Comunicação de Parauapebas (Aicop), Cleo Lopes, convocou integrantes da imprensa local para irem até a delegacia e pressionar as autoridades policiais para que tenham rigor nas investigações sobre a causa da morte, uma vez que existem várias informações desencontradas.
Uma testemunha teria afirmado que Antônio Marcos foi empurrado, e não que teria caído sozinho, como foi noticiado por várias pessoas, inclusive na própria imprensa, que teve acesso às informações repassadas pelo proprietário do estabelecimento onde o repórter acabou morrendo. (Waldyr Silva)