quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Câmara Municipal inaugura iluminação de Natal deste ano

HD Produções
Pelo segundo ano consecutivo, o prédio da Câmara Municipal de Parauapebas recebe decoração especial em alusão ao Natal. Na noite desta quarta-feira (30), em cerimônia aberta à comunidade, o sistema de luzes foi inaugurado ao som de canções natalinas apresentadas por alunos da Escola Municipal de Música Maestro Waldemar Henrique.
A decoração conta com luzes em diferentes formatos, pisca-piscas, lâmpadas led e efeito cascata, além de árvores de natal, guirlandas, bonecos de Papai Noel em tamanho real, renas e presépio, dentre outros adereços natalinos. Cerca de 40% dos materiais da ornamentação natalina de 2015 foram reutilizados este ano.
Durante a cerimônia, o presidente da Câmara, vereador Ivanaldo Braz, destacou que parte dos adereços integra o patrimônio do Legislativo e poderá continuar sendo utilizada nos próximos anos. Para ele, a decoração do prédio é uma forma de o Legislativo proporcionar também uma opção de lazer para a comunidade.
“Fizemos esse trabalho com muito capricho, para a população poder ter um espaço bonito e alegre para visitar neste período do ano em que somos tomados por sentimentos de união, esperança e solidariedade. O ano de 2016 foi muito difícil. Tivemos muitas perdas, mas não podemos perder a esperança de termos dias melhores. Espero que as famílias venham visitar a Câmara, principalmente aquelas que não poderem viajar, que venham e aproveitem, porque foi tudo feito com muito carinho para vocês”, enfatizou Ivanaldo Braz.
Após o discurso, o presidente acendeu o sistema de luzes, proporcionando aos presentes uma imagem iluminada e colorida do prédio da Câmara Municipal.
Apresentação musical
A Carajás Big Band, a Turma de Canto e o Coral da Musicalização Infantil, da Escola Municipal de Música Maestro Waldemar Henrique, abrilhantaram a noite com um repertório de canções natalinas, que encantou o público. Os alunos foram orquestrados pelos professores Beline Júnior e Ieda Gracia.
Detalhes da decoração
Para a ornamentação deste ano, somente lâmpadas de led, strobos, pisca-piscas, mangueiras luminosas, cordões e cortinas de led foram adquiridos, pois estes materiais elétricos acabam sendo danificados, devido à exposição direta ao vento, sol e chuva, que costuma ser constante neste período do ano.
As guirlandas, a árvore de natal central, as personagens do presépio, as renas luminosas e os bonecos de papai noel são alguns dos itens da decoração de 2015, que estão sendo reutilizados este ano.
Para a iluminação de 2016, foram utilizados 4,5 mil metros de mangueiras de led contornando o prédio do Legislativo; 3,5 mil metros de mangueiras de led nas duas árvores de natal montadas na fachada; dois mil metros de strobos, interligando as mangueiras na fachada externa e laterais; e cinco mil metros de cordão de led distribuídos pelas passarelas, plantas, fachadas e laterais.
Horário de visitas
O prédio da Câmara Municipal ficará aberto a visitações todos os dias da semana, até as 22 horas. (Nayara Cristina)

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Suplente é empossado no lugar de vereador afastado

Pablo Oliveira
Assumindo a cadeira vaga, em razão do afastamento do vereador Maridé Gomes, o suplente Raimundo Nonato de Sousa Silva foi empossado no Legislativo na manhã desta quinta-feira (22).
A posse ocorreu por volta das 10 horas, no gabinete da Diretoria Legislativa da Câmara Municipal, na presença do presidente da Câmara, vereador Ivanaldo Braz, e do diretor legislativo, Jardison James.
Raimundo Nonato é filiado ao Partido Social Cristão (PSC) e concorreu ao pleito em 2012 pela Coligação União e Força. O novo vereador recebeu 657 votos, ficando como 4º suplente.
O juramento de posse será realizado na sessão ordinária da próxima terça-feira (29), às 9 horas da manhã, no auditório João Prudêncio de Brito. (Josiane Quintino)

sábado, 19 de novembro de 2016

Três mudanças de cadeira na sessão da CMP na próxima terça

A sessão ordinária da próxima terça-feira (22) na Câmara Municipal de Parauapebas sofrerá três mudanças de cadeira: os vereadores Josineto Feitosa e Major da Mactra reassumem seus lugares, que vinham sendo ocupados pelos suplentes Ivaniti Barrão e Antonio Massud, respectivamente, e o terceiro suplente Raimundo Nonato de Sousa e Silva toma o assento do titular afastado Maridé Gomes, que há duas semanas vinha sendo ocupado pelo segundo suplente Antonio Fábio Medeiros Sacramento.
Os vereadores Josineto Feitosa e Major da Mactra estavam afastados de suas funções por meio da Operação Filisteus, deflagrada pelo Ministério Público Estadual, que investiga suposto esquema de fraudes em processos licitatórios, emissão de notas fiscais frias e desvios de recursos públicos.
A decisão que permitiu aos dois vereadores a reintegração de suas cadeiras no parlamento foi expedida em 9 de novembro pelo juiz Danilo Alves Fernandes.
Já o afastamento de Fábio Sacramento para dar lugar a Raimundo Nonato Silva foi uma decisão da juíza Adelina Luiza Moreira da Silva e Silva, em atendimento a liminar impetrada pelo diretório municipal do Partido Social Cristão (PSC) em Parauapebas.
Fábio Sacramento tomou posse no último dia 8. Todavia, a juíza eleitoral Eline Salgado enviou ofício ao presidente da CMP afirmando que o suplente, segundo os dados do TSE, não estava filiado a nenhum partido político.
De posse dessa informação, o PSC impetrou mandado de segurança, solicitando liminarmente que o também suplente Raimundo Nonato Silva ocupasse imediatamente o lugar de Fábio Sacramento.
Nota
Em nota veiculada nas redes sociais, Fábio Sacramento afirma que foi empossado baseado em seus direitos, de acordo com ofício emitido pelo presidente do PMDB, Cassio Flausino, à Câmara Municipal, afirmando que ele é filiado à agremiação partidária desde 2011, onde concorreu ao mandato de vereador nas eleições de 2012.
“Minhas contas foram aprovadas e fui diplomado. Por um problema técnico no sistema de computadores do TRE, meu nome foi excluído sem nenhuma explicação da lista de filiados do meu partido. Fato comprovado junto ao cartório eleitoral de Parauapebas”.
“Esclareço que não me darei por vencido e estou pleiteando um direito que julgo ser meu e meus advogados já estão recorrendo desta decisão da justiça”, finaliza. (Waldyr Silva)

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Peritos criminais e jornalistas debatem cobertura de pautas policiais em workshop

Mácio Ferreira
Orientar jornalistas na cobertura de pautas que tenham locais de crimes como cenário foi o objetivo do workshop “Cena de crime: a importância da preservação dos vestígios de um local e a relação dos peritos com a imprensa”, realizado pelo Centro de Perícias Científicas Renato Chaves na tarde desta sexta-feira (18), no auditório da instituição. Vinte e sete jornalistas participaram de palestras, uma simulação de local de crime (demonstrando os desafios enfrentados pelos peritos) e de uma mesa de debates.
Segundo Orlando Gouvêa, diretor geral do Centro de Perícias Científicas “Renato Chaves”, a motivação para o evento surgiu após a constatação de dois indicadores que apontaram prejuízos ao trabalho dos peritos criminais. O indicador “locais de crimes idôneos” contabiliza, atualmente, apenas 15% dos casos, enquanto o indicador “locais de crimes inidôneos” representa 85% dos locais de crimes que sofrem alguma interferência da população ou da imprensa.
“É importante frisar que a imprensa não faz isso de má-fé. Compreendemos o vigor com que o jornalista apura os fatos para informar a sociedade, mas, para que os casos sejam justamente esclarecidos de maneira exata, há maneiras corretas de proceder. Em breve iremos divulgar uma cartilha completa com recomendações”, informou Orlando  Gouvêa, acrescentando que há interesse em realizar o workshop também para a população.
Preservar as provas
O perito criminal Paulo Bentes destacou os passos fundamentais que o jornalista deve seguir ao apurar um fato em local de crime. “É importante que o repórter não invada a cena do crime, pois, sem perceber, ele pode eliminar uma prova, fundamental para a solução de um caso. O melhor é procurar o responsável pela condução da investigação, se identificar e trocar informações, para que não haja nenhuma afirmação incorreta ao noticiar”, esclareceu.
Segundo Paulo Silber Gama, diretor de Jornalismo da Secretaria de Estado Comunicação (Secom), um dos componentes da mesa de debates, a cartilha, auxiliará o trabalho dos jornalistas, sem atrapalhar o dos peritos. “A informação precisa ser exata. Uma cartilha de recomendações ajuda, pois o trabalho dos peritos é técnico e, naturalmente, isso demanda tempo, investigação e conclusões. Não podemos nos basear em especulações, mas sim no parecer científico do profissional”, ressaltou.
Sérgio Chêne, assessor de Comunicação da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), que também participou da mesa de debates, lembrou o caso do avião particular que caiu na mata da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), em Belém, no último mês de julho.
“Quando eu cheguei ao local da queda, uma quantidade incontável de curiosos já havia invadido. Mudaram partes da fuselagem do avião de lugar, e isso é fatal para o trabalho dos peritos. Se nós, jornalistas, nos conscientizarmos disso juntamente com a população, o trabalho dos peritos, e consequentemente o nosso, irá melhorar”, contou o assessor.
A repórter dos jornais O Liberal e Amazônia, Cleidiane Silva, com 10 anos de experiência em coberturas policiais, disse que o workshop é um diferencial para a melhoria do trabalho. “O evento nos proporcionou uma ótima oportunidade de conversar abertamente com os peritos. Expomos nossos desafios para chegarmos a um consenso de como podemos nos ajudar. Com cooperação, o trabalho de todos melhora”, afirmou. (Sérgio Moraes)

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Suplente assume vaga de vereador afastado

Orion Lima
Na sessão ordinária da Câmara Municipal desta terça-feira (8), o suplente Antônio Fábio Medeiros Sacramento tomou posse como vereador, na vaga de Maridé Gomes da Silva (PSC), afastado de suas funções como parlamentar desde o dia 22 de outubro, por decisão da justiça.
Fábio Sacramento foi candidato na eleição de 2012 pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) através da coligação PMDB/PSC e obteve 695 votos.
Ao fazer juramento de posse, o novo vereador prometeu trabalhar de forma leal pelo bem da população de Parauapebas, agradeceu o apoio de familiares, amigos e os votos que recebeu.
“Agradeço a todos que estiveram ao meu lado e não me abandonaram em nenhuma campanha. Não foi fácil chegar a esta Casa de Leis, mas sempre falei que um dia estaria nesta tribuna. Pode ser por um dia ou um mês, mas vou honrar os votos a mim concedidos. Não foi desta forma que sonhei em me tornar vereador, mas, se Deus quis assim, vou honrar esta missão. As pessoas que vão compor meu gabinete terão dedicação total ao trabalho e eu estarei presente em todas as sessões, apresentando proposições para melhorar a vida dos nossos munícipes. Podem ter certeza que farei jus ao salário de vereador”, destacou.
Fábio Sacramento tem 47 anos, é casado e pai de um casal de filhos. Atuante na área de comunicação, é um dos fundadores do jornal Correio do Pará. (Nayara Cristina)

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Multas de trânsito ficam mais caras

A partir desta terça-feira (1º), as multas por infração de trânsito ficarão mais caras em todo o país. As regras mais rígidas para o Código de Trânsito foram estabelecidas pela Lei n.º 13.281, sancionada em maio deste ano. Segundo o Ministério das Cidades, desde o ano 2000 as multas não eram reajustadas.
A infração gravíssima, que antes tinha multa de R$ 191,54, passará a ter o valor de R$ 293,47. Já as multas por infração grave passarão para R$ 195,23 - anteriormente o valor era R$ 127,69.
Para a infração média, as multas passarão de R$ 85,13 para R$ 130,16. As infrações leves, que antes tinham multa de R$ 53,20, passarão a valer R$ 88,38.
A infração para quem for flagrado manuseando o telefone celular enquanto estiver ao volante, que atualmente é considerada média, passará a ser gravíssima. Com isso, o valor da multa subirá de R$ 130,16 para R$ 293,47.
De acordo com o Código de Trânsito, a receita arrecadada com a cobrança das multas de trânsito deve ser aplicada, exclusivamente, em sinalização, engenharia de tráfego, de campo, policiamento, fiscalização e educação de trânsito. O Fundo Nacional de Segurança e Educação de Trânsito recebe, para a mesma finalidade, 5% da receita arrecadada com as multas. (Fonte: Agência Brasil)

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Quinze mil fiéis participam do Círio de Nazaré em Parauapebas

Fotos: Felipe Borges e Waldyr Silva

Cerca de 15 mil fiéis participaram do XII Círio de Nossa Senhora de Nazaré em Parauapebas, na manhã do último domingo (30). Nos anos anteriores, o círio era realizado no início da noite.
A procissão saiu por volta das 7h30 da Igreja de São Francisco, no Bairro Rio Verde, percorreu as ruas do Comércio, Sol Poente e Santa Maria; cruzou a Rodovia PA 275, passou em frente ao ginásio poliesportivo do Bairro Beira Rio e da Câmara Municipal e chegou por volta das 10 horas à igreja da Comunidade de Nossa Senhora de Nazaré, onde foi celebrada missa campal pelo bispo dom Vital Corbellini e padres e vigários das paróquias de Parauapebas.
A multidão de fiéis e promesseiros acompanhou a berlinda da santa padroeira dos paraenses e a tradicional corda com muita fé e emoção, em agradecimento por alguma graça alcançada.
Ao longo do percurso da procissão, de aproximadamente dez quilômetros, vários altares foram montados com a imagem da santa na frente de residências e estabelecimentos comerciais, em homenagem a Nossa Senhora de Nazaré.
Num gesto de amor e solidariedade, muitas famílias, ongs e empresas distribuíram água gelada aos promesseiros que seguiam a procissão na tradicional corda do círio, que este ano media cerca de 350 metros de extensão. (Waldyr Silva)